terça-feira, 7 de julho de 2009

Mundinho (Carta aberta)


Caros concidadãos que habitam esse planeta,

Tem sido absolutamente chocante observar a maneira como todos vocês, nos últimos dias, "descobriram" Michael Jackson.

Eu, como já externei aqui, que sou uma admiradora há quase 15 anos, estou entre surpresa e revoltada. Então ele era mesmo bom, hein? Mesmo?! Um músico de extraordinário talento?! Um ativista dos direitos humanos? Um cara caridoso?!! Bom pai?!! Deveras interessante. Eu só me pergunto onde vocês estavam desde, sei lá...1965?

O talentoso e humanitário homem que hoje teve seu funeral-homenagem transmitido para cada canto desse planeta por quantos meios de comunicação existem foi assim desde...sempre. Michael não ficou extraordinário do dia pra noite, ou melhor dizendo, do palco para o caixão. O que aconteceu foi que grande parte de vocês sofria e sofre do maior mal que assola a humanidade: a ignorância.

Ou seria preconceito? Dá na mesma. Julgar sem conhecer é isso. O cara passou a vida tentando se explicar, sendo que não havia a menor necessidade. Por quê? Porque simplesmente não é da sua conta!


Vamos tocar nos pontos sensíveis? Vamos cutucar as feridas? Vamos falar das esquisitices? Vamos!!! Vamos sim!


Vamos primeiro falar de aparência. De fato, incomoda muito um homem que nasceu negro e morreu branco, provavelmente o único caso conhecido. É considerada uma negação da própria raça. Curioso foi observar o funeral hoje, em que mais da metade dos convidados que foi homenageá-lo, chamá-lo de IRMÃO, era negra. Para um homem racista, Michael deveria ser bem tolerante.


Filhos brancos, você disse? E que não eram dele, ainda por cima! Realmente um caso a se pensar. Três crianças absolutamente saudáveis e aparentemente felizes, sendo que uma delas não hesitou em pegar o microfone na frente de milhares de desconhecidos e chamá-lo de "o melhor pai que vocês podem imaginar". Faço idéia do tanto que Michael Jackson deveria parecer "monstruoso" para elas, para falarem assim. Além disso, se lhes parece errado uma pessoa criar crianças com quem não tem relação biológica (quem sabe se não tem, aliás? Eu conheci pessoalmente uma família em que o pai negro teve oito filhos, dos quais seis de pele branca) então é bom avisar Angelina Jolie e Madonna para "devolverem" as crianças negras e asiáticas que adotaram.


Plásticas! Como não? Coisa que ninguém fez nesse mundo, só Michael Jackson! De fato, seu rosto fora do comum dos últimos anos era o que se poderia chamar de estranho. Mas eu pergunto, por que padrões? No que a aparência incomum de Michael lhes era ofensiva, exatamente? Por que ele incomodava mais do que as milhares de pessoas que se tatuam (às vezes por inteiro), se furam com piercings dos pés a cabeça, quebram ossos das pernas para ficarem mais altas, retiram costelas para afinar a cintura, submetem-se à desnutrição para entrar em um padrão de magreza irreal e muitas vezes fatal? Se for para falar de inconformismo com o próprio corpo, olhem para o seus! Quantas vezes você desejaram ser mais altos, mais magros, mais fortes, terem outro nariz? A quantos sacrifícios que passam muito longe da preocupação com a saúde vocês se submetem para ficarem ridiculamente parecidos com os idiotas de imagem manipulada que vêem nas revistas?


Abuso sexual. A pior polêmica, a esquisitice mais revoltante. É de dar nojo as pessoas fazendo piada sobre um assunto tão sério. Rir na mesa do bar do "comedor de criancinhas" demonstra duas coisas: uma, que vocês realmente não se importam com o bem estar de criança nenhuma e outra, que a justiça realmente não deve existir. Ser investigado por anos a fio, ser julgado por cinco meses e absolvido realmente não deve ter peso nenhum. Eu me pergunto se fosse um filho de vocês, por quantos milhões de dólares vocês o venderiam a Michael Jackson? Nem por todo dinheiro do mundo?! Mesmo? E o que os faz pensar que só vocês são assim? Será que não havia entre os acusadores NENHUM que pudesse provar o crime? Nenhum exame físico, nada? E por que agora essa enxurrada de jornalistas dizendo que nunca viram nada errado, que tudo não passou de um mal-entendido, que "foi mal, Michael, desculpa aí?"


A resposta está na incrível capacidade humana de converter os mortos em santos. Não, Michael Jackson não era perfeito. Estranho que lhes pareça, era um ser humano. Difícil, polêmico e que provavelmente fez muitas escolhas erradas na vida. Mas é tarde para chorar agora, assim como é tarde para reconhecer que sua genialidade, talento e caridade ultrapassava muito seus comportamentos não convencionais.


Da próxima vez, não esperem tanto. Michael Jackson certamente, onde estiver, está apreciando suas flores, homenagens, seu choro. Mas o que ele queria mesmo, e que vocês nunca se dignaram a dar, era respeito. Muito tarde, agora.

27 comentários:

  1. Bri, vc já sabe o q eu penso... tudo o que eu quis dizer esses dias todos vc expressou aqui, obrigada, me senti vingada amiga, beijosssssssssssss!!!!

    ResponderExcluir
  2. Como ja conversamos muito sobre isso, nao sei nem o que falar. A minha opinião continua sendo a mesma... a gente lutou muito pra defender ele e nos defendermos dessas mesmas pessoas que hoje nos ligam e falam que sempre gostaram muito dele! É como ja te falei antes... é tão frustrante como trabalhar 25 anos todos os dias, e ver um vagabundo ganhando mais que vc só pq ganhou na megasena... algo do tipo! ouvir o que vc ouviu no sabado nao procede! Vc é fã desde quando? Desde que ele morreu! Isso pra mim é atestado de minhoca na cabeça. Se nao gostava, assume e fica quieto na sua... se gostava e o descobriu agora, nao vem querendo dizer que sempre foi fã. Continuo orgulhosa de gostar tanto dele, continuo orgulhosa de ser fã de uma pessoa que a gente conhece a muito tempo. Nao só o artista, mas o CARA que ele era mesmo e que poucas de nós conhecemos tão bem e tão profundamente. Hoje me desmontei! E acho que porque hoje eu ouvi sobre o MJ que eu sempre gostei... o humano, o que tinha uma vida, o que trocava de roupa e fazia palhaçadas. O cara que descreveram hoje na homenagem. O pai da menina que tirou lagrimas de muita gente, inclusive minha!
    E volto a colocar a frase que me arrepiou... "I'm alive and I'm here forever..."

    ResponderExcluir
  3. Só tenho uma palavra para descrever seu texto:

    PARABÉNS.

    Falou por vários fãs que estão indignados com essa situação.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo seu texto. Daria pra escrever um livro sobre isso, né?

    ResponderExcluir
  5. TEXTO SIMPLESMENTE PERFEITO!!!!! DISSE TUDO!

    ResponderExcluir
  6. Blim,

    Vc. conhece muito bem a sua mãe. Se tem um prato que não como é aquele recheado de escândalos que a mídia insiste em servir, sobretudo sobre o Michael. NUNCA acreditei em uma só palavra, nem o santifiquei. O que sempre vi, acreditei, testemunhei e vou guardar prá sempre é a genialidade espantosa de um ídolo injustiçado! Ah, povinho miúdo, affffffffff! Bjos, Mommy.

    ResponderExcluir
  7. Eu não consegui escrever ainda uma frase sobre tudo isso. Só te dou os parabéns e meus sinceros elogios por sua visão tão "limpa" de tantas asneiras, porcarias e intolerâncias que vimos por tantos anos. Não digo que a impressa é de todo culpada nisso. Nós "público" alimentamos essa mídia. Um jornal, revista não iria insistir em mostrar o Freak Mike se não tivesse público para isto. Percebe? Levei muito tempo pra enxergar que por trás de tanta sujeira midiática haviam consumidores ávidos por tantos delírios que vimos ali escritos. Também percebo todo o sarcasmo e ironia de ver hoje o mundo dobrar os joelhos por este cara. Não sei o que estaremos falando daqui a cinco, dez anos sobre ele. Eu só espero (e hj já estou sentindo) que a música será vitoriosa. Beijo. Alessandro/Curitiba.

    ResponderExcluir
  8. Oi, xará!

    Como a Dea falou, você realmente disse TUDO.

    Sem mais palavras!

    Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  9. muito bom... que os falsos fãs que apareceram agora cultivem sua ignorancia idolatrando a própria hipocrisia...

    ResponderExcluir
  10. Seu texto está perfeito!
    Não tenho nada a acrescentar!
    Certamente falou tudo que nós verdadeiros fãs queriamos falar!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. (Mais) um belíssimo texto.
    Parabéns, minha querida!

    ResponderExcluir
  12. voce foi simplesmente maravilhosa, expressou meus sentimnetos de uma forma incrivel. Gostaria de ter o seu talento. Michael certamente está livre agora para rir de nós seres humanos incapacitados, frágeis e que julgamos demais. Deve rir dos nossos defeitos banais e de como somos frágeis. Sim, pq Michael não era frágil, era uma fortaleza, uma rocha imensa ao meio de um oceano, muito maior do que qualquer outro vivente na terra e nao digo isso com a ignorancia de uma fã fanática e sim como uma pessoa extremamente crítica e observadora. É necessário ter uma força descomunal para querer salvar um mundo que só quis ridicularizá-lo. Uma força extraordinária para levar mensagens de amor à pessoas visivelmente incapazes de sentir isso. Michael foi muito mais humano que gênio, muito mais amor que música, muito mais Rei que pop. Como foi dito em sua homenagem, Rei do Pop o limita demais, parece pouco. Um dia nós seremos capazes de entender, nós, um dia, chegaremos a um mundo onde haverá compreensão ao invés de julgamento, amor ao invpes de inveja, sonhos ao invés de ambições. Michael acreditava nisso, e porque ele acreditou, também acredito. Beijos e fica com Deus

    ResponderExcluir
  13. aaaai muito obrigada! fiquei muito feliz com seu comentário!
    Agradeço pelas palavras..
    Textos bonitos e inteligentes como o seu são movidos a sentimentos. Eles são o principal remedio acho.. E nao recursos jornalisticos e vocabulario extenso.. Vc onseguiu unir as duas coisas e ficou maravilhoso, fiquei muito feliz de alguem como voce me elogiar!
    Afinal, estamos na mesma ne? Fico felizq do consigo alinhar meus pensamentos, pois meus sentimentos estão tão confusos.
    Tbm te adicionei ao meu blog, vou te acompanhar agora!
    Felicidades ! beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Cara...eu gostei muito do seu post, e concordo: a mídia é hipócrita demais, só reconhecem o Michael Jackson agora que ele morreu, é sempre assim!! Quando ele era vivo, o povo só sabia falar mal, eu, que sou fã há 12 anos, já fui alvo de piadinhas de mau-gosto, simplesmente por ser fã de MICHAEL JACKSON. Quanto aos filhos dele, se são dele (biologicamente) ou não, isso não importa, o importante é que ele os criou, e PAI É QUEM CRIA! Com relação à pedofilia, eu, particularmente, nunca acreditei, pois eu não acho que uma pessoa que sempre fez tanto bem à tantas crianças de tantos países faria mal à alguma (como eu disse no meu blog). É estranho demais, cara!! Mas enfim... Michael Jackson está descansando em paz, agora. Que Deus o tenha.
    E, se quiser passar no meu blog, tb fiz uma homenagem à ele, se quiser comentar lá...fique à vontade, ok? É o antepenúltimo post.
    http://taiscristinasworld.blogspot.com
    JACKSONBeijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa, você traduziu muitíssimo bem o meu sentimento que ando externando por aí (leia-se orkut), revoltada contra essa gente hipócrita q tá falando agora. Parabéns!
    Eu sou fã do MJ desde 2001, cresci ouvindo sua música e desde q isso aconteceu, essa coisa ''estranha'', ando dizendo q partilho da maior alegria da minha vida de poder ter gritado MJ INNOCENT! naquele 13 de junho de 2005, data em q ele foi inocentado e figurava pro mundo como um monstro! ... Como as pessoas são hipócritas, controladas pela mídia e mto, mto PRÉ-CONCEITUOSAS! Espero q um dia isso mude. Michael tentou, mas ele está mt a frente de seu tempo pra ser compreendido por um bando de pessoas q simplesmente consomem ao invés de pensar. PARABÉNS pelo ótimo texto! Expressou mt bem o sentimento de mts fãs!

    ResponderExcluir
  17. PArabéns por esse texto sensacional !!

    ResponderExcluir
  18. 'Eu digo: Michael era como um amigo distante. Geograficamente distante. Sabe quando conhecemos alguém, essa pessoa se torna muito querida e o destino nos afasta e nunca mais tornamos a vê-la? Pois Michael era isso, o amigo querido que infelizmente nunca vi.'

    sem palavras. É exatamente, EXATAMENTE o que eu sinto.

    ResponderExcluir
  19. Oi, menina!

    Obrigada pela visita no meu blog. Realmente, foi muito doloroso e uma parte de todos nós se foi com MJ. Ele é incomparável!

    Beijos e sucesso!!!

    P.S.: Você mora no Guará ainda?

    ResponderExcluir
  20. Oi, de novo!!
    Valeu por comentar no meu blog, tb, ok?^^
    Sobre a foto que coloquei no meu post, realmente é linda, né? É uma das minhas favoritas, cara! Coloquei ele na piscina, pois, como o meu blog é sobre Natação, então...hehehehe
    E eu soube que o Michael gostava de Natação, mais um motivo para eu amá-lo, desde 97!^^
    Seu texto ficou realmente muito bom, traduziu tudo o que nós, fãs, sentimos! A mídia é hipócrita demais, só dá valor ao cara agora que ele morreu. É osso, cara...mas é assim, mesmo, né? Como eu disse, Michael está livre, agora.
    JACKSONBeijos

    ResponderExcluir
  21. Pois é, Sabrina... é realmente muito difícil lidar com a ignorância. Uma pessoa problemática por causa de uma infância difícil (característica americana) mas que quando teve oportunidades de oferecer a outras pessoas tudo aquilo que ele tinha de bom mas nunca tinha conseguido exteriorizar, foi julgado por uma multidão de fofoqueiros como "pedófilo". Caso que, pra mim, é pura lorota. Não existe caso de pedofilia "inconclusivo"... enfim!

    Faço minhas as palavras do irmão dele: "...espero que agora (morto) as pessoas o deixem em paz!" em lágrimas...

    Inveja é foda!

    ResponderExcluir
  22. PARABENS!!! EU confesso que nunca fui um super fã do Michael...mas sempre o achei um grande artista e o acompanhava sempre que tinha trabalhos novos a serem lançados...o q ele fazia da vida privada dele nunca foi do meu interesse! E vc está certissima!!! Arrasou!

    ResponderExcluir
  23. Querida Nana...Estou emocionado! peço tua permissao pra publicar ese texto excepcional nos jornais d minha cidade ! Vc permite ? me confirme por email por favor: azambuja2005@yahoo.com.br

    ele deve ser publicado em todos veiculos de comunicação do pais...

    ResponderExcluir
  24. Ai Sabrina... nothing to say... :(
    Parabéns por conseguir expressar em palavras... eu sinceramente não estou conseguindo dizer mta coisa...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    Todo mundo já disse: você está de parabéns!
    Eu, como fã do Michael por míseros 15 anos, me sinto revoltada e confusa com toda essa veneração da mídia em cima do nosso Mike. Pô, qual é? Isso me entristece muito mais do que a própria "partida" dele. Eu sonhava com a mídia "babando" por ele, como nos surtos da Jacksonmania... mas não nessa ocasião, tão triste. A gente liga a TV e o rádio, e vê "especial disso", "especial daquilo", "o Eterno Rei do Pop", "ah, ele era um ótimo pai!!!"... Isso é uma p#$@ falta de respeito para com o Michael, a sua família e filhos, e fãs.
    Beijos, e obrigada pelas palavras. Me sinto mais consolada.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns!
    Muito lindo o seu texto.Tem certeza de que todos os fãs estão concordando plenamente com você assim como eu.
    A midia realmente está fazendo isso e por mais que seja legal ver os videos e as pessoas falando bem do Michael ao mesmo tempo fica um sentimento de revolta la dentro que me faz pensar:"Só agora?Agora que já está tarde você vem fazer isso?Tarde de mais o mal que vocês disseminaram já está feito."
    E essas pessoas que se deixam levar pela midia também dão muita raiva falam sem saber direito.
    Bom o texto é lindo e diz tudo,soube muito bem se expressar.

    ResponderExcluir
  27. hay jéssica,mi is waiter,for admirador for you,mi samir,,,kisss,mi freind,kiss,,i mi whatche for you in youtub for jessica.

    ResponderExcluir